Domingo, 14 de Junho de 2009

Um dos meus pssatempos preferidos é sentar-me confortavelmente com uma chávena de chá (quente ou frio, dependendo da época do ano) e ler livros. Este foi o último que visitei. Cá deixo as minhas impressões...

 

Maeve Binchy é uma daquelas autoras mestre na arte de contar múltiplas histórias numa só história. Cada personagem apresentada é essencial para o destino das outras. Por isso, foi com enorme surpresa e grande alegria que vi (re)aparecer figuras já minhas  conhecidas de outras obras da autora. Umas conheci-as na Grécia, outras na Irlanda. Mas foi como reencontrar velhos amigos e saber como chegaram ao fim as suas histórias... Porém, as novas personagens são igualmente fáceis de amar... Confesso que me apaixonei por uma grande maioria...

A história espalha-se em múltiplas direcções, mas não perde o pólo de ligação - uma Clínica de Cardiologia, que é literalmente a alma e coração do livro. Nela, o Amor desfila nas suas inúmeras roupagens e somos confrontados com a vontade que cada um tem de encontrar o seu lugar no mundo...

Aquilo que mais continuo a admirar na autora é a sua capacidade de tornar simples aquilo que parece complexo. Escreve sobre pessoas comuns com problemas comuns, de um modo compassivo e de fácil leitura. Estas vidas entrecruzam-se, de algum modo, tornando a história mais completa.

Se bem que a sua escrita não seja distinta e apurada,  não deixa de ser eficiente e agradável.

De qualquer modo, este livro relembrou-me que a vida está cheia de surpresas maravilhosas. E isso deu-me alento. De alma e coração...



publicado por I.M. às 16:39
esta não é a autora daquele livro que me deste a ler:
A Casa da Irlanda?

ou estou "baralhada"????

Seja como for, deu-me vontade de o reler...
avelaneiraflorida a 14 de Junho de 2009 às 22:25

Em torno de livros e escritos. À volta de histórias e estórias...
Na Prateleira...
Shelfari: Book reviews on your book blog
Estou a ler...

Steven Saylor, Empire

pesquisar neste blog
 
links